Cheque Devolvido

Cheque Devolvido Motivo 31


Cheque devolvido pelo motivo 31, segundo a tabela de Motivos de devolução de Cheques do Banco Central do Brasil, está na terceira classificação de cheque com irregularidade e o cheque com erro formal. Erro formal é não ter data de emissão, com o mês grafado numericamente, sem assinatura ou sem o registro do valor por extenso.

Para evitar problema com cheque devolvido pelo motivo 31 é importante conferir se o cheque foi corretamente preenchido, não aceitar cheques rasurados, solicitar que o cliente apresente cartão do banco e documento de assinatura, uma original ou cópia autenticada. É bom conferir os número do RG, CPF e assinatura com as que estão em outros documentos e no cartão do banco. É uma boa verificar a foto para ver se não há sinal de adulteração.

Ter cuidado com fraudes é importante porque há falsificações em que partes adulteradas são coladas no cheque como valor por extenso e em algarismos e os números e códigos da parte superior e inferior. Esse tipo de falsificação pode ser percebido com uma verificação mais atenta e de preferência contra a luz, pelo tato ou dobrando a folha do cheque de forma arredondada para não amassá-lo. Com o cheque dobrado dessa maneira movimente as laterais para cima e para baixo, assim a parte colada geralmente descola, o que revela a falsificação.

É bom explicar ao cliente, para o caso dele ser honesto, que os procedimentos adotados objetivam proteger pessoas honestas e evitar a circulação de cheques roubados e falsificados. Frisar que o cliente também é honesto é uma boa tática, tanto para o caso dele ser ou não. Estas são apenas algumas das recomendações recomendadas pela FEBRABAN que é a Federação Brasileira de Bancos.

Nao tem comentarios »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL


Leave a Reply